Meios de Transporte








Transporte aquático
História
canoa.jpgA primeira forma que o homem primitivo encontrou de se locomover dentro da água, a longas distâncias, foi usando troncos de madeira. Logo, foi capaz de usá-los para construir jangadas e depois canoas e conforme seu conhecimento ia se aprimorando, pode construir esses meios com outros materiais como bambu e junco, por exemplo.

O homem foi capaz de conquistar o mundo depois que conseguiu dominar as águas do mar. As caravelas portuguesas são exemplo disso: foi preciso muito conhecimento para construí-las e sair ao mar, desbravando-o. Isso permitiu a descoberta de um novo continente e outro rumo para a história.

Os transportes hidroviários foram renovados, como qualquer outro. Hoje, é possível desbravar o fundo do mar em um submarino, por exemplo. Existem barcos de muitos tamanhos para todo tipo de atividade, desde comercial a turística.

Tipos de transportes aquáticos
  • De uso militar: existem os porta-aviões, que servem de base aérea móvel com finalidades militares. Pode-se citar o submarino: submerso, ele não pode ser  localizado facilmente por inimigos e pode carregar bombas muito potentes, além de servir para pesquisas científicas.
  • Navio petroleiro: é um grande navio, que serve para transportar petróleo. Ele consome diesel, tanto para se locomover quanto para abastecer a torre onde ficam as pessoas que trabalham no petroleiro. A parte que armazena o petróleo se encontra no convés do navio; trata-se de uma rede de canos que distribui igualmente o volume do líquido para garantir o equilíbrio do navio, enquanto estiver guardado.
  • cargueiro.jpg
    Navios cargueiros:  são os maiores meios de transporte existentes hoje. Servem para transportar carga. São muito importantes para a economia por fornecer materiais para indústria e facilitar a troca de mercadorias.
  • Barcos pesqueiros: existem dois grandes representantes desses auxiliadores da atividade pesqueira, as traineiras e os bacalhoeiros.
  • iate.jpg
    Navio de cruzeiro: embarcação de grande porte e luxuosa. A viagem de cruzeiro é uma das diversões para passeios turísticos, obedecendo a roteiros famosos em lugares exuberantes, tanto ao mar quanto em bacias fluviais, como no rio Amazonas e Nilo.
  • Veleiro: barcos que funcionam propulsionados pelos ventos, através das velas de tecido dispostas na embarcação. Alguns, de pequeno porte, servem para atividades como o iatismo, classificado como esporte olímpico.

Amazônia e inacessibilidade
barco%20isoladoA vastidão da Amazônia, na região norte, também se constata em seus rios e afluentes, fator que dificulta o deslocamento das populações amazônicas. Isso prejudica muitos setores da vida dessas pessoas como educação, saúde e o desenvolvimento socioeconômico do local.

A condição social da qual grande parte dos ribeirinhos vive os impede de adquirir um meio de transporte; quando o tem, são inseguros. Muitos têm de se submeter à embarcações superlotadas por falta de opção. Outro fator que os limita são os ciclos do rio, principalmente nos períodos de cheia, os moradores ficam inacessíveis, as crianças não conseguem ir à escola e qualquer atividade que exija deslocamento pelo rio deve ser  adiada.

Por mais que se tenha tecnologia disponível no mundo, elas não chegam àqueles que habitam os milhares de quilômetros do rio Amazonas. Porém, algumas iniciativas são louváveis no sentido de aproximar o estado dessas pessoas, como o navio-hospital da Marinha. Trata-se de um hospital móvel, que funciona dentro de um barco que cruza o rio para atender às populações ribeirinhas que não conseguem chegar a uma instituição de saúde convencional.